/* */

Consulta IPVA 2017

O contribuinte já está costumado a pagar, todo ano, diversas taxas e impostos, o que acaba tornando os primeiros meses do ano em um momento de economia e organização financeira. Entre esses impostos anuais está o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, que é um valor destinado a apropriação de um veículo, seja ele ônibus, trator, micro-ônibus, van, moto, caminhão, carro, lancha, jet ski e vários outros meios de transporte que precisam fazer contribuição anual dessa taxa. Para não ser pego de surpresa, o contribuinte pode fazer a consulta IPVA 2017 com antecedência.

O total arrecadado por cada veículo é dividido da seguinte forma, 50% vai para o governo estadual e outra metade de 50% é destinado ao município no qual o veículo foi emplacado. Toda essa arrecadação não é destinada, como muitos pensam, para o asfaltamento de ruas, implantação de sinais, nem mesmo para a manutenção das rodovias.

Consulta IPVA 2017Todo o dinheiro arrecadado nessa cobrança de imposto consiste em uma receita recolhida pela União, Estados ou Municípios, com finalidade de ajudar a sanar as despesas com a educação, saúde, segurança, saneamento, entre outros direitos que são assegurados ao cidadão.

Uma informação importante de ressaltar é que o valor do IPVA difere de um estado para outro estado. Em São Paulo, por exemplo, é onde existe a cobrança da maior alíquota, que consiste em 4% sobre o valor do veículo. Enquanto isso, em outros estados, a alíquota varia entre 1% e 3%. Isso acaba ocasionando um número cada vez maior de pessoas que licenciam seus veículos em estados onde o IPVA é mais em conta.

Porém, não se anime, esse procedimento é considerado ilegal e quando descobertos, os proprietários dos veículos são devidamente notificados e devem quitar o imposto desde o ano em que o veículo deveria ser licenciado, ou seja, mesmo que o tributo tenha sido recolhido em outro estado, o dono do veículo deverá pagar também o imposto do estado onde mora.

Veja Também: saiba como pagar o IPVA Atrasado

A intenção de definir essas medidas, cada vez mais rigorosas, é de impedir que as pessoas se sintam confortáveis em fraudar a lei para, assim, conseguir pagar impostos mais baratos. De acordo com dados divulgados pelo Denatran – Departamento Nacional de Trânsito, de dezembro de 2005 a março de 2006, mais de 40 mil veículos foram transferidos para outros estados, principalmente para o Paraná, onde o IPVA varia de 1 a 2,5% com a intenção de fraude.

Consulta IPVA 2017 – Online

Muitos proprietários preferem fazer a consulta IPVA 2017 online, pois o Aviso de Vencimento do imposto que chega no endereço do contribuinte, com informações sobre o veículo, valores, datas, parcelas, formas de pagamento podem demorar a chegar e ficar em cima da hora. Com esse documento em mãos é possível quitar o IPVA, juntamente com o Seguro Obrigatório e até fazer o Licenciamento Antecipado.

Uma das vantagens de consultar o IPVA com antecedência é a possibilidade de conseguir um planejamento mais sólido para o valor não atrapalhe o orçamento mensal. O não pagamento do IPVA implica em multa e impede a realização do licenciamento, o que não é nada bom para a situação legal do contribuinte.

Para você realizar a consulta IPVA 2017 de maneira simples e sem custo, da seguinte forma:

  • Acesse o link;
  • Preencha com o Renavam do veículo;
  • Em seguida selecione CPF ou CNPJ do titula e complemente;
  • Digite o código de verificação;
  • Clique em Consultar.

Consulta IPVA 2017Esse valor você poderá pagar em qualquer agência do Banco do Brasil, Bradesco que é o responsável pela emissão da GRD, o Itaú e demais instituições bancárias, em seus terminais de autoatendimento ou nos guichê de caixa, pela internet ou débito gerado, além de qualquer outro meio oferecido pelos Bancos citados acima. A guia também pode ser paga em casas lotéricas de todo Brasil, levando em consideração que esta opção não é válida para o pagamento do licenciamento.

O IPVA é um imposto de caráter obrigatório e, por conta disso, pode ser que na guia de pagamento venha cobrando algum seguro, serviços e tarifas referente a instituição financeira que coletar o pagamento ou até mesmo do Detran.

Não se esqueça que o pagamento do imposto do IPVA é obrigatório, sendo assim a falta de pagamento da taxa anual, torna o seu veículo irregular, podendo estar sujeito a processo de apreensão legal.

Caso tenha restado alguma dúvida, confira este vídeo:

Consulta IPVA 2017 – Descontos e Prazos

Uma das vantagens de preparar seu orçamento com o valor do IPVA é que poderá efetuar o pagamento d parcela única, o que gera um bom desconto para o contribuinte que pretende não passar o inicio do ano com dificuldades financeiras.

Dessa forma, podemos verificar que a maioria dos estados brasileiros costumam oferecer aos cidadãos 3 opções de pagamento do imposto do licenciamento automotivo para 2017. São eles:

  • Em conta única, com desconto, que pode variar de um estado para outro estado;
  • Em conta única, sem desconto, e não disponível em todos os estados;
  • Parcelado, sem desconto, com primeira parcela para janeiro, sendo que o número de parcelas também varia de estado para estado.

Entre a lista de descontos já divulgados para o pagamento antecipado do IPVA 2017, por estado, são os seguintes:

  • São Paulo – 3% de desconto para pagamento em parcela única, em janeiro de 2017;
  • Sergipe – Sem desconto, com pagamento em parcela única feito entre Março e Novembro de 2017, o que vai variar dependendo do final da placa do veículo;
  • Minas Gerais – 3% de desconto, em parcela única, para o dia 9 de janeiro de 2017;
  • Mato Grosso do Sul – 15% de desconto, em parcela única, para o dia 30 de janeiro de 2017.

Consulta IPVA 2017

Mas se você não poupou o suficiente para quitar o seu IPVA 2017 de uma única vez, não se preocupe. O valor pode ser pago parcelado e o cumprimento dos prazos estabelecidos para pagamento devem ser cumpridos corretamente para não causar inadimplência do proprietário do veículo, com o ônus de perder o desconto oferecido pelos Estados para arrecadar os pagamentos em parcela única.

Algumas pessoas preferem o pagamento parcelado para não interferir em outros gastos que aparecem no início de ano, como o IPTU, materiais escolares, além de possíveis viagens que, por se tratar de uma época de férias, muitos gostam de aproveitar para descansar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *