/* */

Porcentagem do IPVA

Inúmeros impostos são pagos ao governo a fim de custear gastos públicos. No Brasil, é feita a cobrança de 12 tipos diferentes de impostos, que podem incidir tanto sobre a renda quanto sobre o patrimônio de pessoas físicas ou jurídicas. Um desses impostos é o IPVA — Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, que nada mais é que uma taxa cujo o seu pagamento é obrigatório, uma vez por ano, para proprietários de carros, motos, caminhões, vans e, enfim, veículos automotores em geral. Se você tem curiosidade em saber a Porcentagem do IPVA: Saiba quanto custa e como calcular.

Porcentagem do IPVA – Veículos Novos e Usados

No entanto, há uma diferença entre o cálculo do IPVA no caso de veículos usados, que é feito de uma forma do que o cálculo do mesmo imposto para veículos novos, sem donos anteriores. O IPVA é um imposto cuja responsabilidade é de cada um dos estados do Brasil, que decidem separadamente, valores e taxas. Além disso, esse imposto é cobrado anualmente sobre proprietários de veículos automotores.

IPVA

Esse valor arrecadado é sempre relativo, principalmente ao ano em que é cobrado, como podemos perceber, por exemplo, que o valor do IPVA cobrado em 2015 para o mesmo veículo e proprietário, será relativo a esse mesmo ano. Ao contrário do que esse imposto pode sugerir intuitivamente à maioria das pessoas, o valor arrecadado através dele não necessariamente precisa ser aplicado pelos governantes na construção ou melhoria de estradas, ruas e outros que se relacionam com automóveis, infelizmente. O que acontece na verdade é divisão desse valor meio a meio, entre o estado e o município em que o veículo está licenciado, ou seja, onde ele foi emplacado. Dessa forma, ele pode ser gasto também com saúde, educação, segurança ou quaisquer outros gastos públicos que o administração do estado e município julguem ser adequado para a sociedade.

Veja Também:  Onde obter a Segunda via do IPVA

Qual a Porcentagem do IPVA?

 

Agora que sabemos que o IPVA é um imposto administrado e arrecadado pelo governo estadual, consequentemente, entende-se que a alíquota que incide sobre o veículo varia de acordo com a região do país onde o veículo automotor se encontra emplacado e licenciado. Para entender melhor esses valores, é preciso verificar que as alíquotas sobre os automóveis e veículos de uso misto, bem como os utilitários, variam de 2% visto em estados como por exemplo Rio Grande do Sul e Goiás, chegando até a 4% no caso dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.Porcentagem do IPVA

Além da alíquota, o valor final do IPVA tem outro dado influenciador. Ele se baseia em outra variável, que vai depender das condições do veículo, caso o veículo seja novo ou usado, ano de fabricação e valor de mercado. Por isso, vemos que um veículo novo inclui-se somente aquele veículo que é zero quilômetros, acabado de ser retirado da concessionária. E, por outro lado, ao se tratar de um veículo usado, entende-se qualquer veículo que tenha alguma quilometragem rodada, que venha de um dono anterior, ou que seja seu há mais de um ano.

Porcentagem do IPVA

Porcentagem do IPVA: Saiba quanto custa e como fazer o cálculo de veículos novos, que será sempre proporcional aos meses de uso do veículo e se dá pela multiplicação da alíquota, que varia de acordo com o estado, pelo valor que consta na nota fiscal. Por exemplo, se um veículo for comprado no mês de outubro, o cálculo de seu IPVA será o valor que consta na nota fiscal multiplicado pela alíquota do estado onde está licenciado, o que será calculado proporcionalmente aos meses de novembro e dezembro do mesmo ano.

Em contra partida, o cálculo da  IPVA de veículos considerados usados, se fixa através da multiplicação da alíquota cobrada pelo estado, pelo valor do veículo de acordo com o que é determinado pela tabela Fipe, que é uma tabela conceituada que tem como finalidade ajudar na revenda de veículos, indicando os valores do carro usado. Ela se baseia principalmente no preço médio existente no mercado nacional, avaliando o modelo e o ano do veículo em questão.

É de suma importância ressaltar também que esse valor da tabela não leva em consideração variáveis comuns como cor, estado de conservação, acessórios ou quaisquer outros fatores do tipo. O que realmente importa é o modelo e ano, apenas.

Pode-se observar como exemplo, qual valor que o proprietário de um automóvel que custa aproximadamente R$42.000, de acordo com a tabela Fipe, vai pagar de IPVA em 2017 se o mesmo for licenciado em São Paulo. Observe:

R$ 42.000 (valor do carro segundo a Tabela Fipe) multiplicado por 0,04 (alíquota do estado), resulta em R$ 1.680,00. Esse valor final é o que o proprietário vai ter de pagar em seu IPVA 2017.

E quanto o proprietário de um automóvel de mesmo valor R$42.000 de acordo com a tabela Fipe paga de IPVA se o mesmo for licenciado em Goiás?

R$ 42.000 (valor do automóvel de acordo com a Fipe) multiplicado por 0,02 (alíquota do estado), resulta em um total de R$ 840,00.

Porcentagem do IPVA: Isenção

Vale lembrar que os veículos antigos são isentos do pagamento desse imposto em questão. Porem, há uma particularidade, essa regra é diferente para cada estado do país, ou seja, dependendo do estado, será considerado veículo antigo aquele que ultrapasse o tempo de 10, 15 ou 20 anos a partir da data de fabricação do mesmo.

Porcentagem do IPVA

Alguns veículos estão isentos de pagar o IPVA, mas não são tão comuns quanto se pensa. São elas:

I – Entidade Filantrópica;
II – Veículo de Embaixada;
III – Portador de deficiência física, visual, mental ou autista (ICMS e IPVA)
IV – Condutor Profissional Autônomo – TAXISTA (ICMS e IPVA);
V – Veículo de Valor Histórico;
VI– Veículo Recuperado de Roubo;
VII – Veículo Sinistrado com Perda Total;
VIII – Veículo Objeto de Sorteio;
IX – Veículo Adquirido em Leilão Promovido pelo Poder Público;
X – Veículo Cedido em Comodato;
XI – Veículo Usado em Estabelecimento Revendedor Inscrito;
XII – Veículo de Transporte Escolar;
XIII– Conselho Tutelar Municipal (ICMS);
XIV – Doação de Veículo pelo Município ao Estado (ICMS);
XV – Veículo Adquirido pelo Programa de Incentivo à Renovação da Frota de Caminhões no Estado;

 

 

Assista o vídeo abaixo e tire suas dúvidas sobre IPVA e IPTU, pagar a vista ou parcelado ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *